08 mulheres empoderadas que fizeram história nas novelas.

Publicado em às 17h57

Elas não tinham medo de correr atrás dos seus objetivos, todas revolucionaram o olhar da sociedade quanto ao que a mulher pode ou não fazer, na verdade, com elas descobrimos que mulher pode fazer tudo o que quiser. Veja as 8 mulheres empoderadas que fizeram história nas novelas e marcaram época:

PRETA (Taís Araújo) – Da Cor do Pecado (2004)

Além de ser a primeira protagonista negra em uma novela da Rede Globo, a Preta, personagem interpretada pela atriz Taís Araújo, foi um exemplo de mãe que mesmo passando por várias adversidades, nunca abaixou a cabeça e fez de tudo para criar seu filho sozinha, sem que lhe faltasse nada.

 

TIETA (Betty Faria) – Tieta (1989)

A jovem Tieta foi expulsa da cidade pelo próprio pai, 25 anos depois ela retorna com sede de vingança contra toda a hipocrisia impregnada em Sertão de Agreste. A frente do seu tempo, Tieta chocava a todos com sua sensualidade, modernidade e claro, sinceridade.

 

CATARINA (Adriana Esteves) – O Cravo e a Rosa (2000)

Moça de gênio forte, a rebelde Catarina pensava diferente de todas as mulheres de sua época. Feminista, ela escrevia textos e dirigia em uma época em que as mulheres não dirigiam. Catarina foi recriminada por muitos, mas sempre conseguiu tudo o que queria. Essa sim, era porreta.

 

 

MALU (Regina Duarte) – Malu Mulher (1979)

Apesar de ser uma série, Malu Mulher foi um marco para a tv brasileira pois narrava a história de uma mulher recém divorciada reestabelecendo a rotina e criando uma filha adolescente sem ajuda do marido. Além disso, Malu precisava enfrentar o preconceito contra mulheres divorciadas.

 

 

MARIA DO CARMO (Susana Vieira) – Senhora do Destino (2005)

Maria do Carmo, chega ao Rio de Janeiro e tem sua pequena filha roubada. Ela lutou por mais de vinte anos para reencontrar a filha, Lindalva. Durante toda a novela, a personagem interpretada por Susana Vieira mostrou-se uma mulher forte, decidida e guerreira.

JADE (Giovanna Antonelli) – O Clone (2001)

Bela e romântica, Jade era uma jovem mulçumana que teve que lutar contra os costumes tradicionalistas da religião para viver um grande amor. Por muitos anos ela precisou enfrentar o marido e o tio que a obrigavam a viver uma vida reclusa, longe do homem que amava. Como toda novela, Jade teve seu final feliz, ao lado do amado Lucas.

 

 

LAURA (Marjorie Estiano) – Lado a Lado (2012)

Sempre lutando contra as convenções da época, Laura colocava seus objetivos sempre em primeiro lugar. Ela fugiu do matrimônio com receio de poder se tornar professora, o seu grande sonho.

 

RAQUEL (Helena Ranaldi) – Mulheres Apaixonadas (2002)

Raquel foi a primeira personagem da televisão brasileira que alertou para o problema da violência doméstica, levando a discussão sobre o assunto para fora da ficção. Claro que devido a sua importância ela deveria estar aqui na lista.

 

 

 

Dá até orgulho de assisti-las na TV todas as noites, não é mesmo?!